w

Acompanhem tecendoasabedoria, e fique antenado sobre diversos assuntos sobre teologia, Filosofia, Ciência, Biologia,Astronomia,Geografia, Mitologia, Literatura, Astrologia, Arqueologia, Geologia, Física, História, Religião, Culturas, Povos, Folclore,Psicanálise, Ateismo, Agnosticismo, Tribos, Rituais e diversos outros assuntos de importância a humanidade

quinta-feira, 3 de março de 2011

Caminho lança “O Caderno 2″, crónicas de José Saramago


A Caminho edita em Fevereiro mais um livro de crónicas de José Saramago, O Caderno 2 (crónicas), assim como o romance Diálogos Para o Fim do Mundo, de Joana Bértholo. A nível de literatura infantil e juvenil saem Os Livros Que Devoraram o Meu Pai, de Afonso Cruz, Gastão Vida de Cão, de Rita Taborda Duarte e Luís Henriques, Teatro às Três Pancadas, de António Torrado e António Pilar, e Cão Rafeiro, de Stephen Michael King.

O Caderno 2 – José Saramago
«Esta obra reúne o conjunto de textos que diariamente José Saramago foi escrevendo no seu blog entre Setembro de 2008 e Novembro de 2009. Representa as reflexões, as opiniões, as sugestões, críticas aos mais diversos assuntos e sobre as mais diversas questões.»

Diálogos para o Fim do Mundo – Joana Bértholo
«Há uma história de amor, num tempo futuro após o fim do mundo, quando o amor ganhou sentidos novos ou deixou até de fazer sentido. Junto com o cinema, os museus e o próprio tempo. Há um famoso general do exército vermelho e uma velha que se lembra de tudo, do que importa e do que não importa. Três irmãs que carpem o destino dos homens e uma pequenina com ar de imperatriz. Há um cão mítico, e incontáveis pores-do-sol. Há até a bordo uma orquestra prussiana, que todas as tardes toca exactamente a mesma peça de Wagner.
Segue tudo e todos juntos, num ajuntamento de opções flutuantes, uma espécie de arca. O que todos mais querem é chegar ao Brasil. Mas não sabemos se o Mundo não acaba entretanto.»

Os Livros Que Devoraram o Meu Pai – Afonso Cruz
«Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a repartição de finanças onde está empregado. Um dia, enquanto finge trabalhar, perde-se na leitura e desaparece deste mundo.
Esta é a sua verdadeira história — contada na primeira pessoa pelo filho, Elias Bonfim, que irá à procura do seu pai, percorrendo clássicos da literatura cheios de assassinos, paixões devastadoras, feras e outros perigos feitos de letras.»

Gastão Vida de Cão – Rita Taborda Duarte & Luís Henriques
«“Era uma vez um cão chamado Gastão
Que morava com cinco animais de estimação:
o Fred que fazia várias birras por dia
e a mais pequenina chamada Maria, para além dos pais e uma tartaruga chamada Marília.” (adapt.)
Os protagonistas de Sabes, Maria, o Pai Natal Não Existe e Fred e Maria voltam ao convívio dos mais novos — a eles junta-se o resto da família, com especial destaque para o cão Gastão, que tem um trabalhão a tentar pôr ordem nesta enorme desordem!»

Teatro às Três Pancadas – António Torrado e António Pilar
«Este livro tenta responder a várias perguntas que têm dirigido ao autor: “Por acaso não terá uma peçazinha disponível, para nós representarmos, na nossa Escola?” ou “Dava-nos uma peça para o nosso grupo de teatro itinerante, que não comporte muitos actores?” ou “Nunca pensou em pegar numa das suas histórias e transformá-la numa pequena peça de teatro?” ou “Precisamos de uma peça de montagem fácil. Tem alguma à mão?”
Os espectáculos aqui propostos dispensam quase tudo, do aparato das luzes de cena aos sumptuosos figurinos. Só não dispensam o prazer irresistível de inventar o Teatro.»

Cão Rafeiro – Stephen Michael King
«O cão rafeiro é destemido, rápido e esperto… mas está sozinho. Ninguém o alimenta. Ninguém o quer. Ninguém gosta dele.
Até que um dia…»

Nenhum comentário:

Postar um comentário