w

Acompanhem tecendoasabedoria, e fique antenado sobre diversos assuntos sobre teologia, Filosofia, Ciência, Biologia,Astronomia,Geografia, Mitologia, Literatura, Astrologia, Arqueologia, Geologia, Física, História, Religião, Culturas, Povos, Folclore,Psicanálise, Ateismo, Agnosticismo, Tribos, Rituais e diversos outros assuntos de importância a humanidade

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Tratado de Trípoli


Trípoli (em árabe Ṭarābulus, também طرابلس الغرب Ṭarā-bu-lus al-Gharb, para diferenciar de sua homônima libanesa, antiga Oea) é a capital, a maior cidade e a mais populosa da Líbia, sendo a sede do governo central e administração. Etimologicamente, o nome Trípoli vem do grego Τρίπολη (tri polis) que significa três cidades.
Tem uma população de aproximadamente 1.700.000 de habitantes e está situada a noroeste da Líbia, na costa mediterrânea. Foi fundada no século VII a.C. pelos fenícios, que a chamaram de Oea. Mais tarde, com a chegada dos romanos, a cidade adquiriu o status de cidade romana mais importante da África. Pela cidade, foram passando cronológica e historicamente vândalos, bizantinos, árabes, espanhóis, turcos, berberes e italianos. Os italianos permaneceram em Trípoli de 1911 até 1951, quando finalmente a Líbia conquistou sua independência do domínio italiano.
A cidade é o principal porto marítimo, centro comercial e manufatureiro do país. Nela se encontra a preciosa Universidade de Al-Fateh. Devido à sua longa história, há uma multidão de enclaves arqueológicos muito notáveis em Trípoli. É uma das cidades mais modernas, ricas e com um maior nível de vida da África

Nenhum comentário:

Postar um comentário